Auxílio emergencial: confira as novas datas de saques

auxílio emergencial confira as novas datas de saques

Caixa Econômica Federal define novas datas de saques do auxílio emergencial em espécie e do crédito automático, conforme o mês de aniversário dos beneficiários

Na noite da última segunda-feira (13), a Caixa Econômica Federal divulgou o calendário com as novas datas para os saques do auxílio emergencial que varia de R$ 600 a R$ 1.200. A decisão é um modo de abrandar os prejuízos na economia, causados pela pandemia do novo coronavírus às pessoas de baixa renda no Brasil.

De acordo com o banco, a retirada do valor em espécie terá início no dia 27 de abril. Enquanto isso, o pagamento digital já está sendo realizado.  

Auxílio emergencial – quem pode receber

O auxílio emergencial PE destinado aos trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores (MEIs) que perderam ou tiveram sua fonte de sustento reduzida, em função da crise da Covid-19. A ajuda será recebida por aqueles que estiverem inscritos no CadÚnico, no Bolsa Família ou que solicitaram o auxílio pelo aplicativo oficial criado pelo Governo em parceria com a Caixa.

Calendário de saques

Com a finalidade de evitar aglomerações nas casas lotéricas e agências da Caixa, a distribuição do auxílio emergencial será feita de forma escalonada, conforme o mês de nascimento dos beneficiários. Confira abaixo as datas:

  • 27 de abril: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 28 de abril: nascidos em março e abril;
  • 29 de abril: nascidos em maio e junho;
  • 30 de abril: nascidos julho e agosto;
  • 4 de maio: nascidos em setembro e outubro;
  • 5 de maio: nascidos em novembro e dezembro.

Pagamento digital do auxílio emergencial

No dia 9 de abril, parte dos inscritos do CadÚnico que não recebem Bolsa Família, porém, têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa, receberam a primeira parcela do auxílio de modo automático. Durante esta semana, o depósito do dinheiro foi feito para o restante do grupo, terminando amanhã (17):

  • Terça-feira (14): nascidos em janeiro e mulheres chefes de família (aquelas que sustentam uma casa e filhos sozinhas);
  • Quarta-feira (15): nascidos em fevereiro, março e abril;
  • Quinta-feira (16): nascidos em maio, junho, julho e agosto;
  • Sexta-feira (17): nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Já os beneficiários do Bolsa Família também terão direito ao crédito automático do auxílio emergencial, em decorrência da pandemia. Entretanto, deverão optar qual ajuda é mais vantajosa. Na prática, se o valor do Bolsa Família for acima do novo auxílio, então o valor creditado será do primeiro benefício e vice-versa. Sendo assim, receberão conforme o Número de Identificação Social (NIS):

  • Quinta-feira (16): beneficiários do Bolsa Família cujo último dígito do NIS é igual a 1;
  • Sexta-feira (17): beneficiários do Bolsa Família cujo último dígito do NIS é igual a 2.

A segunda parcela do auxílio emergencial será depositada para:

  • 27 de abril: nascidos em janeiro, fevereiro e março;
  • 28 de abril: nascidos em abril, maio e junho;
  • 29 de abril: nascidos em julho, agosto e setembro;
  • 30 de abril: nascidos em outubro, novembro e dezembro;
  • Últimos 10 dias úteis de maio: beneficiários do Bolsa Família.

A terceira parcela será entregue de acordo com o seguinte calendário:

  • 26 de maio: nascidos em janeiro, fevereiro e março;
  • 27 de maio: nascidos em abril, maio e junho;
  • 28 de maio: nascidos em julho, agosto e setembro;
  • 29 de maio: nascidos em outubro, novembro e dezembro;
  • Últimos 10 dias úteis de junho: beneficiários do Bolsa Família.

Como sacar o auxílio emergencial

Os saques em dinheiro poderão ser realizados diretamente nos caixas eletrônicos ou em casas lotéricas, sem a necessidade de um cartão. Portanto, quem não tiver conta na Caixa poderá ter acesso à quantia do mesmo jeito. Para isso, o beneficiário tem que acessar o aplicativo da Caixa Tem e selecionar a opção de saque assim que está for liberada. Em seguida, é só indicar o valor que quer obter, gerar o código e apresentá-lo na lotérica ou no caixa eletrônico.

Além disso, este mesmo aplicativo dá a opção de fazer o pagamento de contas e boletos e fazer transferências para outros bancos durante 90 dias gratuitamente. Quem não tem conta em nenhum banco poderá abrir uma poupança social na Caixa de modo automático e sem custo. Com isso, o valor do benefício cairá diretamente nesta conta.

Vale ressaltar que os interessados em receber o auxílio emergencial de R4 600 devem ficar atentos aos links oficiais da Caixa Econômica Federal a fim de evitar golpes. Todas as transações serão feitas pelo banco. Além disso, o governo liberou saque do FGTS no valor de até um salário mínimo, que hoje é de R$ 1.045.

Fonte: Site Concursos no Brasil

*Foto: Divulgação