Servidores aposentados serão contratados pelo INSS para fazer home office

servidores aposentados serão contratados pelo inss para fazer home office

Órgão público vai estipular o home office a mais de 8 mil servidores aposentados com o intuito de liberar a fila de benefícios em meio à pandemia do novo coronavírus

Durante a pandemia do novo cornavírus (Covid-19), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve realizar a contratação de servidores aposentados para trabalhar em esquema de home office, para que assim dê andamento à fila de espera de 1,2 milhão de benefícios com análise em atraso.

Home office para aposentados durante a pandemia

O instituto está em fase de preparação de um edital, que deve sair em breve, que visa a possibilidade do teletrabalho para funcionários do órgão público que estão aposentados e ainda trabalho presencial para militares da reserva, que vão trabalhar nas agências, quando houver a reabertura ao público. No total, devem ser contratado 8 mil funcionários.

Em nota, o INSS diz que os “aposentados da carreira do Seguro Social serão contratados no regime de teletrabalho, para atuação exclusiva na análise de benefícios. Os demais aposentados e militares inativos, que trabalharão no atendimento, serão selecionados e só começarão a trabalhar após o fim do estado de calamidade causado pela Covid-19, tão logo o atendimento ao público seja retomado nas agências do INSS”.

Por enquanto, há uma estimativa de que as unidades reabram no mês de maio. O fechamento foi estipulado até o dia 30 de abril, como medida de contenção ao avanço da Covid-19. A ideia do governo é fazer com que idosos e doentes, que normalmente procuram as agências, não estejam no foco de exposição do vírus.

Além dessa proposta do INSS de home office a aposentados, a Câmara dos Deputados estuda ainda cortar salários de servidores para também ajudar na pandemia do coronavírus.

Atraso dos benefícios

De acordo com os últimos dados da Previdência, a fila de benefícios em atraso está em aproximadamente 1,2 milhão. Os atrasos se referem a casos em que a análise demora mais de 45 dias para ser concluída.

Já o estoque completo de benefícios do INSS é de 1,8 milhão de solicitações. O índice considera dados de 27 de fevereiro, o que inclui também os benefícios previdenciários e assistenciais.

Entre as intenções do órgão está a expansão das concessões automáticas. Em 2019, estas chegaram a 1,1 milhão e, em 2020, já atingiram quase 200 mil.

Como será o pagamento em esquema home office

De acordo com Leonardo Rolim, secretário de Previdência, em uma entrevista, foi dito que a remuneração dos servidores aposentados seria por produtividade ou salário mensal fixo.

Além disso, para a função que envolva a liberação de benefícios de modo automático serão aceitos apenas servidores aposentados que, na ativa, já desempenhavam tais atividades.

Para cada processo de análise de benefício concluído será paga uma bonificação de pouco mais de R$ 57.

Fonte: Folha de Pernambuco

*Foto: Divulgação