Novo concurso IBGE abrange mais de 225.600 vagas

novo concurso ibge abrange mais de 225.600 vagas

Novo concurso IBGE contará com cargos para níveis fundamental e médio

Os interessados em realizar o próximo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) devem ficar atentos. Acontece que as contratações são de caráter temporário e seus próximos editais estão em etapa adiantada de elaboração, com a possibilidade de serem publicados até início de fevereiro.

Conforme a autorização das seleções, os documentos podem ser liberados até o mês de maio. No entanto, os certames devem ser iniciados antes. É esperada a oferta de 225.678 vagas. Já o nome da banca organizadora do concurso IBGE deve ser divulgado nos próximos dias.

Os novos cargos exigem diploma de ensinos fundamental e médio, como salários iniciais de até R$ 4 mil.

Novos editais

Desses dois novos editais, o primeiro diz respeito à carreira de recenseador, com oferta de 196 mil oportunidades e é necessário ter o ensino fundamental completo. A remuneração inicial é de R$ 1.100.

Para o segundo edital do concurso IBGE é voltado aos cargos de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, com 6.100 e 23.578 postos autorizados, respectivamente. Para a primeira vaga é exigido ensino médio, com vencimento inicial de R$ 2.400. Já para agente censitário supervisor também é necessário ter concluído o ensino médio e o salário inicial é de R$ 2.000.

No ano passado, o IBGE já divulgou três editais para contratações temporárias, com ofertas de 25 vagas para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal.

Concurso IBGE: liberação de 234.416 vagas

O concurso IBGE foi autorizado em maio de 2019, para o preenchimento de 234.416 cargos. Na ocasião, o governo contava com um prazo de seis meses, ou seja, até 6 de novembro, para começar a seleção para todos os postos. No entanto, em 13 agosto, o prazo para liberação foi prorrogado até maio de 2020.

Dessas 234.416 oportunidades, pelo menos 3.267 já estão sendo ofertadas, por meio de três editais já publicados. O primeiro deles ofertou 209 vagas, sendo 180 para recenseador, 25 para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal. O segundo edital com 400 postos para analista censitário. E o terceiro e último com 2.658 oportunidades, sendo 1.343 para coordenador censitário subárea e 1.315 para agente censitário operacional.

Além disso, o documento apontava a seguinte distribuição de vagas: coordenador censitário de subárea 1 (600), coordenador censitário de subárea 2 (850), agente censitário operacional (1.760), supervisor – call center (4), agente censitário municipal (6.100), agente censitário supervisor (23.578), codificador censitário (12), recenseador (196.000), supervisor PA (1.304) e recenseador PA (4.100).

Tanto para agente censitário municipal, quanto para agente censitário supervisor, o candidato deve possuir ensino médio, com remunerações iniciais de R$ 2.400 e R$ 2.000, respectivamente. Para coordenador censitário de subárea, o interessado deve ter ensino médio, com salário inicial de R$ 4.000. Por fim, para agente censitário operacional, ensino médio e vencimentos de R$ 1.800.

Censo Demográfico 2020

Em relação ao concurso IBGE para temporários, o cargo que chama atenção dos censos sempre é o de recenseador. Só no último certame, 191.972 candidatos foram contemplados, exigindo apenas o nível fundamental completo. Já sobre as remunerações desta função são baseadas no número de informações coletadas pelo funcionário público.

Os demais cargos neste segmento são: agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

O Censo demográfico compreende um levantamento minucioso de todas as residências brasileiras. Durante os meses de coleta de dados e supervisão, os recenseadores visitam milhões de casas nos 5.565 municípios  do país para colher informações sobre: quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Fonte: JC Concursos

*Foto: Divulgação