O que os empregadores mais observam em candidatos a uma vaga

o que os empregadores mais observam em candidatos a uma vaga

Hoje, o cenário é diferente de anos atrás, quando o que contava mais eram as habilidades técnicas do funcionário. Atualmente, uma empresa leva mais em consideração aquele trabalhador que possui mais habilidade humana no dia a dia. E antigamente esse funcionário mais ‘humano’ chegava a ser demitido pela falta de conhecimento técnico.

A junção de networking nas mídias sociais, incluindo o LinkedIn – maior rede social profissional do mundo, são plataformas essenciais para quem quer encontrar um emprego ou uma recolocação no mercado de trabalho.

Habilidades Interpessoais

Em inglês, habilidades interpessoais quer dizer ‘soft skills’. E é justamente esta condição que interessa mais às companhias neste momento. Além disso, se o candidato for das áreas de marketing, software e vendas, melhor ainda.

Uma pesquisa feita pelo LinkedIn registrou que mais de 90% dos recrutadores confirmam que as ‘soft skills’ valem tanto ou mais que as habilidades técnicas. Essa iniciativa pode auxiliar a checar como um profissional se comporta em determinadas circunstâncias. E isso vai além da empatia com outras pessoas.

Ainda sobre o estudo da rede social, cerca de 65% dos gestores responsáveis por contratar vendedores admitem que a ausência de capacidade interpessoal entre os candidatos restringe a produtividade da companhia. Para a área de vendas é essencial que o funcionário possua motivação e ambição para bater as metas. Isso sem deixar de lado qualidades, como confiabilidade e integridade. Além de também terem facilidade de adaptação, produtividade e foco no cliente.

Já os profissionais de marketing, segundo a pesquisa do LinkedIn, devem saber cultivar e gerar bom relacionamento com todos. Isso inclui as pessoas que trabalham interna e externamente com você. Na era digital, um bom atuante nesta área tem que saber contar boas histórias. Ou seja, o candidato desse setor deve ser capaz de desenvolver um ‘storytelling’ que prenda atenção, seja claro e motivacional. Além disso, as pessoas de marketing devem ser bastante criativos.

Na área de software, quem é engenheiro possui um talento muito buscado hoje em dia pelos recrutadores do LinkedIn. As ofertas em torno dessa profissão chegam a ser três vezes mais em comparação a outras. Em 2018, o engenheiro de DevOps foi o cargo mais requisitado.

Talento versus Competência Técnica e Interpessoal

No atual momento mais competitivo, encontrar um profissional que consiga unir talento, habilidades técnicas e interpessoais não tem sido fácil. Os recrutadores buscam candidatos que saibam trabalhar em equipe.

Todavia, os melhores funcionários são aqueles que gostam de corrigir erros por dias e digitar códigos, além de atuar em outros projetos. Mas também é observado se esse mesmo candidato quer sempre estar aprendendo algo novo. Pois esta condição é de suma importância visto que esta área está em constante evolução tecnológica, lançando tendências.

Cursos Online via LinkedIn

No site do LinkedIn é disponibilizado dois mecanismos com o intuito de desenvolver habilidades de comportamento. A primeira é o LinkedIn Learning, um espaço de cursos online da própria rede social. Por ela, os profissionais têm acesso a muitos cursos, dentre eles de hard e soft skills. A outra ferramenta é a Central de Aconselhamento Profissional, que não tem custo aos usuários que possuem conta no LinkedIn.

Portanto, hoje é mais fácil contratar um profissional que tenha habilidades humanas e que a empresa possa treinar suas capacidades técnicas.

*Foto: Divulgação