Novo diretor do Sebrae-SP ressalta importância das pequenas empresas

novo diretor do sebrae ressalta importância das pequenas empresas

Por já ter vivido o lado de empreendedor de sucesso, Wilson Poit acredita que sua experiência só tem a agregar

O Sebrae-SP nomeou o novo diretor, Wilson Poit, em maio. Seu histórico como empreendedor deve contribuir à unidade paulista.

Poit entrou no lugar de Luis Sobral, que era ligado ao antigo governador Márcio França (PSB). Sobral atuou na gestão França como presidente da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação). Ele foi destituído do cargo após quatro meses de trabalho.

O atual governador Joao Doria interferiu a favor de Wilson para assumir o cargo como novo diretor do Sebrae-SP. Wilson foi secretário de Desestatização da gestão Doria, na prefeitura.

Histórico de Wilson Poit

O atual diretor já esteve do outro lado da moeda. Em entrevista à Folha. Na época de sua nomeação, ele disse:

“Tive cinco empresas, algumas andavam de lado. A última fez muito sucesso. Posso ajudar até com depoimentos pessoais para inspirar não só a equipe do Sebrae como os empreendedores”.

Em 1999, ele fundou a empresa Poit Energia, focada em locação de geradores. E após 12 anos a vendeu à maior companhia desse setor por R$ 400 milhões.

O novo diretor disse ainda:

“Posso ajudar até com depoimentos pessoais para inspirar não só a equipe do Sebrae como os empreendedores. A notícia é essa: estive do outro lado do balcão por muitos anos e fui ajudado pelo Sebrae e pela Endeavor. É quase uma retribuição”.

Quais são os planos do atual gestor

Poit, que passou o início do trabalho ouvindo muito sobre o que já acontecia neste Sebrae, tem planos para o futuro.  Entre eles, está o fato de querer ampliar espaços de compartilhamento pelo interior paulista. Ele acredita na força que a micro e pequenas companhias podem fornecer para a diminuição da taxa de desemprego.

Além disso, em conjunto com o governo Doria, Poit deve potencializar o serviço de microcrédito. Pois, na visão dele, há muitos desempregados que desejam abrir o próprio negócio. E ainda ressaltou que os empregos que o país e São Paulo necessitam atualmente devem ser originados pelas micro e pequenas empresas.

Política

Poit evitou falar sobre a interferência que houve para assumir o cargo de diretor no lugar de Luis Sobral. Ele disse que apenas aceitou o convite que é alinhado à sua história no empreendedorismo. E afirmou que o chamado para a direção partiu de alguns conselheiros do Sebrae, dentre eles o presidente Tirso Meirelles. Percebeu que além de Doria, também teria o apoio da secretária Patricia Ellen, que já conhecia sua trajetória desde a Endeavor.

*Foto: Divulgação