Conheça a ARCA, que une mais de um negócio no mesmo espaço

conheça a arca, que une mais de um negócio no mesmo espaço

A fábrica desativada na Vila Leopoldina, em São Paulo, chamada de ARCA, desempenha diversos papéis em um mesmo ambiente de trabalho

A indústria criativa tem se reinventado cada vez mais, principalmente nos tempos de crise econômica que tem assolado o país nos últimos anos. De acordo com uma pesquisa da Firjan Senai, encomendada em 2017, o PIB (Produto Interno Bruto) desse nicho de mercado foi responsável por 2,61% da riqueza gerada no Brasil, somando R$ 171,5 bilhões.

Divisões dos recursos

Sobre a divisão desse montante, São Paulo ficou em primeira posição no ranking, com 3,9% de participação do PIB do setor. Em segundo lugar aparece o Rio de Janeiro, com 3,8%, seguido por Distro Federal, com 3,1%.

Como surgiu a ARCA

Foi exatamente por acompanhar esses indicativos promissores que os sócios Andrea Galasso, Mario Sérgio de Albuquerque, Maurício Soares e Tatiana Aulicino notaram que faltavam locais na capital paulista que contassem com uma estrutura diferenciada para viabilizar eventos de médio porte da indústria criativa.

Desta forma nasceu a ARCA, que é um espaço de eventos, mas que também abriga exposições e serve de locação para filmagens e lançamentos, além de realização de feiras. O galpão, situado na zona oeste de São Paulo, mais precisamente no bairro da Vila Leopoldina, possui 9.000 metros quadrados. No local, funcionava uma fábrica que foi desativada.

Inspiração para a escolha do local

A opção por este tipo de lugar segue uma inspiração internacional. De acordo com o sócio Maurício Soares, em declaração à revista EXAME:

“Foi impossível não traçar o paralelo com o Gashouder, um antigo complexo industrial abandonado que virou o principal espaço de eventos do Westergas, em Amsterdã, na Holanda, e ajudou a dar início a um processo profundo de transformação do tecido urbano”.

evento de basquete no arca

ARCA e sua responsabilidade social na cidade

A proposta da ARCA é buscar ser uma facilitadora entre seus frequentadores e as comunidades de seu entorno. Sendo assim, ela oferece novos propósitos a locais que estavam abandonados e possibilita que a fomentação da indústria criativa, além de poder revitalizar a região onde está localizada.

Soares ainda ressalta;

“Mapeamos as principais necessidades e carências dessa população e buscamos formas de supri-las por meio da criação de oportunidades de capacitação, trabalho, cultura, entretenimento e lazer”.

A ARCA já abrigou desde eventos gratuitos até clínicas de basquete e dança para crianças e adolescentes. O local também já viabilizou processos de capacitação destinados aos microempreendedores.

Fonte: revista EXAME

*Fotos: Divulgação