Trainee: empresa BDO abre processo seletivo para 150 vagas

As oportunidades são para todos os escritórios da companhia espalhados pelos país

A empresa BDO, especializada em auditoria e consultoria abriu processo seletivo para o preenchimento de 150 vagas de trainee.

Os cargos são para os setores de auditoria contábil, trabalhista e tributária. Além disso, as ocupações serão oferecidas para todos os escritórios do grupo no Brasil.

REQUISITOS

Podem se inscrever no processo seletivo estudantes e recém-formados nos cursos de administração, ciências contábeis, direito e economia.

O BDO divulgou que os selecionados terão a experiência de vivenciar de perto situações do dia a dia da empresa, além de participar de inúmeros projetos de clientes de portes e segmentos variados. Após formados, os trainees passarão por novas avaliações de desempenho e também assumirão as atividades pertinentes ao cargo, só que como os demais funcionários da companhia.

PROCESSO SELETIVO, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS

Os candidatos aprovados no processo receberão salário compatível com o mercado. Além disso, terão assistência médica e odontológica, seguro de vida e um bônus adicional aos que possuírem inglês nível avançado.

O processo de seleção prevê dinâmicas em grupo, além de entrevistas com os sócios da companhia. Também haverá um processo de admissão, que inclui treinamento pelos escritórios; e começo das funções em campo. Os aprovados começarão a trabalhar na BDO em setembro.

PERÍODO DE INSCRIÇÃO

Os estudantes e recém-formados têm até o dia 26 de maio para cadastrarem seus currículos via site oficial da empresa.

*Foto: Divulgação

Petrobras recruta estagiários para nível médio e superior

Serão 72 vagas distribuídas em 15 cidades, entre eles: Bahia, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte mais o Distrito Federal

A Petrobras está com inscrições abertas para preencher 72 oportunidades de estágio para estudantes dos ensinos médio e superior.

As vagas estão espalhadas em 15 municípios, nos estados do: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo, além do Distrito Federal.

O número total de estágios para o nível superior é de 58 e compreende as áreas de administração, ciências atuariais, ciência da computação ou informática, direito, economia, estatística e engenharias de produção e química. Aos estudantes de ensino técnico estão destinados 14 cargos para: informática, meio ambiente, segurança do trabalho, suprimento e telecomunicações.

REQUISITOS E BOLSA-AUXÍLIO

Os universitários devem estar cursando ao menos o terceiro semestre, com exceção do curso de direito. Para este último, o candidato deve estar matriculado ao menos no sétimo semestre.

A bolsa-auxílio dos universitários é de R$ 1400 e para os estudantes do ensino médio é de R$ 980. A carga horária de ambos os níveis é de cinco horas. Além disso, todos terão direito a auxílio-transporte e seguro de vida.

OBJETIVO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO

Para a Petrobras, o objetivo do programa de estágio é poder proporcionar aos estudantes uma experiência profissional de aprendizado bem sucedido. Pois, com isso, o futuro profissional poderá adquirir uma capacitação técnica e também desenvolver suas relações de trabalho e sociocultural.

INSCRIÇÕES E PROVAS

As vagas desse processo seletivo tem a intenção de atender a necessidade de áreas específicas da estatal. A empresa pretende abrir novo processo com mais oportunidades, nos próximos meses. Porém, já está sendo feito uma pesquisa interna para definir quais os departamentos que vão necessitar de novos estagiários em breve.

O prazo de inscrição vai até dia 9 de maio. O candidato deve acessar o site da Petrobras e cadastrar seu currículo. Além disso, os participantes terão que escolher em qual cidade deseja realizar a prova e também para qual nível de ensino. Só é possível uma inscrição por estudante.

Entres os dias 13 e 15 de maio será realizada a primeira etapa do processo e a prova será online. As questões abrangem conhecimentos gerais, língua portuguesa matemática e raciocínio lógico. Os candidatos aprovados passarão por uma entrevista. No dia 29 de maio será divulgado o resultado final. A duração do estágio para ambos os níveis é de seis meses com possibilidade de prorrogação por no máximo dois anos.

DICAS PARA O DIA DA ENTREVISTA

Antes da entrevista, uma dica para o candidato é pesquisar sobre os valores e missões da empresa em questão. Além de fazer um questionário sobre a companhia para tentar respondê-lo e, consequentemente, aprender ainda mais sobre o seu futuro local de trabalho.

Demonstre transparência e tranquilidade ao responder perguntas do entrevistador, sem exageros ou fatos mentirosos. Ressalte seus pontos fortes e em relação aos fracos, mostre sinceridade ao admiti-los. Todavia, seja claro quanto às suas qualidades que podem contribuir para o cargo almejado. E não fale mal dos locais onde já estagiou e o mesmo vale para ex-colegas de empresa. E o mais importante de tudo, jamais insira em seu currículo informações que não possam ser confirmadas.

*Foto: Divulgação

Técnico em Segurança do Trabalho atende empresas de apoio marítimo

As empresas voltadas ao setor de apoio marítimo contam com a especialização do técnico de segurança do trabalho na prevenção de acidentes.

A ideia é que o técnico desenvolva estratégias para que os colaboradores desenvolvam atitudes mais conscientes no local de trabalho.

Uma das empresas especialistas em apoio marítimo, a Marlin Navegação, abriu mês passado uma vaga destinada a esse profissional. A vaga era para a unidade do Rio de Janeiro e exigia experiência em três requisitos: apoio marítimo; PEOTRAM (auditoria do cliente Petrobras); e já ter inspecionado e atendido corporações que cumprem os requisitos instituídos pela Petrobras.

SOBRE A MARLIN NAVEGAÇÃO

A Marlin Navegação S. A. é uma empresa do ramo de embarcações de apoio marítimo. Ela possui atualmente uma frota com cinco embarcações (AHTS e OSRV) e atende o mercado de gás e óleo brasileiros. A constituição da empresa se deu por meio de dois fundos de private equity, regidos pela Angra Partners, pertencente ao empresário Alberto Guth e pela Mare Investimentos.

Entre as missões da empresa, estão o respeito ao meio ambiente e a valorização da segurança.

O QUE FAZ UM TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO MARÍTIMO

As companhias do ramo de gás e petróleo brasileiro atuam em um mercado global e precisam estar preparadas de acordo com o que este ramo de atividade exige. E a segurança é quesito obrigatório para o andamento dessas empresas, e consequentemente, do crescimento de sua produtividade.

O técnico em segurança do trabalho tem o dever de prevenir acidentes nas plataformas marítimas (instalação offshore). Nesse local, ficam expostos a todo tipo de instabilidade climática, como sol forte, chuvas, ventos, umidade e baixa temperatura. E também atuam em estaleiros, oleodutos, refinarias e termelétricas (instalação onshore).

Seu trabalho visa conscientizar os outros empregados para que desenvolvam atitudes mais seguras durante o expediente. Ele também tem que priorizar a integridade física de cada funcionário. Há os colaboradores resistentes à fases de transição ou que não acham importantes certas medidas de segurança. Para eles, podem-se mostrar essas ações na forma de campanhas, seminários, palestras e reuniões, entre outros tipos de apresentação.

Além disso, o profissional deve implementar ações de segurança que valorizem o meio ambiente e redução de custos. Seu trabalho é bastante proativo junto aos demais funcionários.

ATRIBUIÇÕES

Outras atribuições do cargo são: inspeção e instalação de equipamento do local de trabalho; observar as condições trabalhistas e avaliar a necessidade de manutenção dos equipamentos e instrumentos de segurança. Assumir liderança e orientação das equipes quanto ao controle de emergências. Essa prática engloba condução de veículos, funcionamento de sistemas de combate a incêndios; apuração e distribuição de dados indicadores de segurança. Participação nas medidas que visam reconhecer e avaliar os agentes que causam riscos ao meio ambiente. E integrar ações que controlem esses agentes quando expostos ao contato humano. Orientar a salientar a importância do uso de equipamento de proteção individual e produção de laudos técnicos.

Para trabalhar neste meio, o técnico deve ter concluído o curso de ensino técnico de nível médio e segurança do trabalho. Também é importante fazer mais cursos de qualificação ao longo da carreira. Além de possuir conhecimento da legislação de segurança do trabalho vigente e aplicá-la ao seu local de atuação.

*Foto: Divulgação

Marlin Navegação abre vagas para embarcações AHTS e OSRV

A empresa Marlin Navegação anunciou por meio de seus canais digitais a necessidade de captação de novos profissionais

O setor de gás e óleo continua em pleno aquecimento para as áreas de navegação e operações offshore.

Prova disso é que a companhia brasileira com matriz no Rio de Janeiro divulgou a novidade aos interessados que quiserem compor o banco de currículos em sua página do LinkedIn, onde é possível encontrar todas as informações de como se candidatar.

Para todos os cargos oferecidos é indispensável ter experiência em embarcações do tipo AHTS e OSRV.

As oportunidades em questão são para: Comandante; Imediato; 20N; Marinheiro de Convé; Moço de Convés; Chefe de Máquinas; Subchefe de Máquinas; 20M; Marinheiro de Máquinas; Eletricista; Cozinheiro e Taifeiro.

SOBRE A MARLIN

A Marlin Navegação S. A foi formada através de dois fundos de private equity, regidos pela Angra Partners, pertencente ao empresário Alberto Guth e Mare Investimentos.

A corporação faz parte de um grupo de empresas que dispõe no mercado uma frota de 5 embarcações de Apoio Marítimo, que atendem especificamente o mercado de óleo e gás no Brasil.

Segundo a companhia, segurança e respeito ao meio ambiente são primordiais para seu desenvolvimento e crescimento contínuo.

O QUE SÃO EMBARCAÇÕES AHTS E OSRV?

AHTS (Anchor Handling Tug Supply): São especializados em manuseio de âncoras, reboque e suprimento à unidades offshore.

A embarcação tem capacidade de realizar desde reboques de grandes estruturas em alto-mar até servir de embarcações de prestação de socorro e salvamento.

OSRV (Oil Recovery Supply Vessel): São destinados ao recolhimento de óleo vazado em regiões oceânicas.

Possui alto desempenho e rapidez para chegar facilmente até a mancha de óleo o quanto antes.

Assim como no AHTS, o ORSV também consegue combater possíveis incêndios.

*Foto: Divulgação