BNDES empresta mais de R$ 300 milhões a novo birô de crédito

bndes empresta mais de R$ 300 milhões a novo birô de crédito

Novo birô de crédito engloba os principais bancos brasileiros, como Bradesco, BB, Caixa, Itaú e Santander

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) emprestou mais de R$ 300 milhões ao Quod, novo birô de crédito. A companhia chega ao mercado para competir com outras instituições, como Boa Vista SCPC, Serasa e SPC Brasil.

A nova empresa deve começar a quitar o BNDES três anos após a concessão do financiamento aprovado no fim de 2018.

Assim como seus concorrentes, o Quod também reunirá em seu banco de dados informações sobre os maus e bons pagadores. Neste último quesito, a companhia se beneficiará das alterações no cadastro positivo.

O projeto de lei que foi aprovado pelo Senado em março, aguarda sanção presidencial. Por meio do decreto, todos os cidadãos brasileiros que possuem CPF ativo serão automaticamente inclusos no cadastro positivo.

Atualmente, o modelo adotado afirma que o próprio consumidor tem que manifestar interesse em integrar essa lista.

FUNCIONAMENTO DOS BIRÔS

Essas empresas são especializadas em colherem informações dos consumidores e a partir daí fazem uma análise desses pagadores. O perfil pode ser dividido entre bons e maus pagantes, que facilita o trabalho das companhias credoras a minimizar calotes.

Alguns birôs deixam seus sites abertos aos cidadãos que quiserem consultar se seu nome está limpo para um empréstimo.

EMPRESA QUOD

BNDES afirma que o empréstimo ao Quod diz respeito ao desejo do novo birô de crédito querer investir em inovação. A verba servirá para implementação de uma plataforma tecnológica de produtos oferecidos pela empresa.

Para o BNDES, todos esses fatores foram determinantes para o empréstimo do montante à nova operadora de crédito.

*Foto: Divulgação